About - carlos Antunes
Processed with VSCO with a6 preset

"Espero com a minhas fotografias inspirar o outros, a ver tal como eu, o que a natureza tem de melhor, e a contribuir para preservar o que brevemente, se nada fizermos, irá desaparecer"

O meu nome é Carlos Antunes, tenho 31 Anos e sou Engenheiro Civil de profissão, mas fotografo de paixão.

O destino fez me rumar ao continente Africano, mais especificamente a Moçambique, onde trabalhei e vivi por pouco mais de 3 anos, e onde semeei o que viria a ser a minha paixão, e é a fotografar que dedico quase todo o meu tempo livre.

Num continente tão vasto e belo, tão único e puro como o Africano, é extremamente fácil cruzarmos-nos com a vida selvagem, fascinantes culturas e com a natureza intocada. "

The only man I envy is the man who has not yet been to Africa, for he has so much to look forward to." - Richard Mullin

Fiz o meu primeiro Safari com uns amigos ao Kruger National Park em Africa do Sul, uma bela reserva situada a pouco mais de 1 hora de onde vivia, e como a maior parte dos jovens millennials da nossa geração, pouco mais tínhamos que telemóveis com câmara integrada para captar toda aquela beleza selvagem. Nesse dia, numa estrada de terra batida, avistámos um carro parado, e da janela saia uma teleobjectiva (daquelas onde se vê o mais ínfimo buraco da lua - pensei eu no momento), a fotografar um belo casal de chetas com a sua presa mais recente.

Ao perceber que os telemóveis que usávamos, apenas permitiam distinguir a cheta de um qualquer outro gato pelo padrão do pêlo, pedi ao tal fotografo se me podia enviar por email, uma ou duas fotografias para recordação posterior. Foram essas mesmas fotos que recebi no meu email passado algumas semanas, que despertaram em mim o interesse em fotografia. Pouco tardou em investir na minha primeira Canon SLR.

Desde então, sou sou um apaixonado pela fotografia, principalmente em vida selvagem, tendo percorrido grande parte dos Parques Nacionais de toda a Africa Austral.

Já contam no meu Portfolio, Africa do Sul, Moçambique, Namibia, Zambia, Zimbabue, Botswana, Tanzania, Quênia, Zanzibar e Swazilândia.

Hoje, sediado em Lisboa, continuo a expandir e fomentar esta paixão nas mais variadas vertentes.

Cada fotografia tirada, tiro-a para mim, e da forma como gosto de ver o mundo, e acho que é assim, com orgulho em cada captação, no tempo de edição, que te mostro a ti, a minha perspectiva, a minha visão do tudo e do nada.

Espero com a minhas fotografias, inspirar os outros a ver, tal como eu, o que a natureza tem de melhor, e a contribuir para preservar o que brevemente, se nada fizermos, irá desaparecer.

Alguém uma vez me disse - “Nunca ninguém mostra uma má fotografia, mas são as más fotografias que levam de uma boa, a outra”, pois eu digo que não há más fotografias, desde que signifiquem algo para ti!


Powered by SmugMug Log In